GOIÂNIA

Em busca de produção eficiente, nutrição de precisão ganha cada vez mais espaço na cadeia de proteínas animais

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Mesmo diante da volatilidade dos custos dos grãos e demais insumos e matérias-primas para rações, o produtor não pode ser refém do vaivém do mercado em termos do conteúdo nutricional e qualidade da alimentação animal. “Um exemplo: os futuros da soja sobem forte na Bolsa de Chicago, além disso os desdobramentos da guerra entre Rússia e Ucrânia continuam aparecendo em todos os mercados, em especial entre as commodities agrícolas”, informa Hector Martinez, Ph.D. gerente de Tecnologia e Inovação da Trouw Nutrition.

“Como avicultores, suinocultores, produtores de leite, carne bovina e até a indústria de pet food devem enfrentar esse complexo cenário? Se não conseguem controlar os custos ingredientes importantes, devem ter atenção especial ao conteúdo nutricional e à garantia da qualidade. Afinal, o raciocínio é oferecer as melhores matérias-primas disponíveis aos animais para que a produtividade seja a melhor possível. O inverso também é verdadeiro: se a ração oferecida contém ingredientes de baixa qualidade e valor nutricional, o desempenho será menor – incrementando significativamente a conversão alimentar, riscos de doenças, além do custo da produção por quilo produzido”, explica Martínez.

LEIA TAMBÉM  Embaixador Sergey Lukashevich comemora o “Dia da vitória”em almoço com jornalistas

Nesse cenário, é perfeitamente possível controlar a qualidade das matérias-primas. Basta avaliar determinados parâmetros. Héctor Martínez informa que existem tecnologias que determinam e digitalizam seus valores nutricionais, inclusive utilizando smartphone. “Mais do que isso, o equipamento detalha sua composição, incluindo energia (qualquer que esta seja), aminoácidos totais e estandardizados, açúcares, cinzas como Ca, P, K etc. e outros nutrientes, permitindo planejar de forma assertiva as estratégias nutricionais”.

“Estou falando do NutriOpt On-Site Adviser (NOA), equipamento de análise bromatológica portátil que faz análises in loco e precisas das matérias-primas e rações. Além de atestar a qualidade dos ingredientes, ele é rápido e permite ajustes imediatos na formulação, melhor gerenciamento de estoque, maior poder de negociação com fornecedores e redução de tempo e custo para análises. É possível detectar erros de mistura no processo de fabricação das rações também”.

O NOA é um NIR portátil (Infravermelho Próximo) que encurta o processo de levar as amostras ou matérias-primas até o laboratório. Ele realiza a análise sem a necessidade da moagem prévia. “O resultado chega em menos de um minuto. Isso porque, após a digitalização das amostras, os dados são comparados com o banco global de dados do Masterlab, um dos melhores laboratórios de nutrição animal do mundo. Essa comparação define se o ingrediente está ou não dentro dos padrões de qualidade para cada ingrediente”.

LEIA TAMBÉM  Embaixador Sergey Lukashevich comemora o “Dia da vitória”em almoço com jornalistas

O especialista da Trouw Nutrition também destaca que as margens para erros estão cada vez mais estreitas. “A nutrição de precisão está disponível e possibilita a ação corretiva imediata, porque cada dia na cadeia de produção das proteínas animais custa muito. Com NutriOpt On-Site Adviser, os produtores pagam pelo conteúdo nutricional e a qualidade, já que é possível avaliar no momento se estão dentro dos parâmetros. A tecnologia está disponível para aumentar o poder de decisão dentro da fazenda, evitar prejuízos e contribuir para maximizar a produtividade”, completa Héctor Martínez.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS