GOIÂNIA

Covid-19: São Paulo tem dia especial de vacinação infantil no sábado

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
© Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil


Para ampliar e agilizar a vacinação contra a covid-19 de crianças entre 5 e 11 anos, o governo do estado de São Paulo vai promover, no próximo sábado (5), um dia especial de imunização, que foi chamado de Dia C. Nesse dia, os postos de saúde dos 645 municípios do estado vão estar abertos das 7h às 19h para que as crianças dessa faixa etária sejam imunizadas.

“É uma grande mobilização para a imunização das crianças. O investimento que estamos fazendo para o pagamento de horas extras de profissionais da saúde, inclusive no apoio à saúde municipal dos 645 municípios, é de R$ 5,5 milhões para garantir que possam estar operando nos postos de vacinação”, disse o governador de São Paulo, João Doria.

A vacinação de crianças teve início no dia 14 de janeiro em São Paulo. Para esta imunização estão sendo utilizadas a vacina pediátrica da Pfizer/BioNTech, que tem uma dosagem menor do que a de adultos, e a CoronaVac/Butantan/Sinovac, que tem a mesma dosagem de adultos, mas só pode ser aplicada em crianças a partir de 6 anos.

LEIA TAMBÉM  Fiocruz conclui sequenciamento genético do vírus monkeypox

Ambas as vacinas são seguras e foram aprovadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Crianças imunossuprimidas de 5 a 11 anos só podem receber o imunizante da Pfizer.

Até este momento, 1,4 milhão de crianças dessa faixa etária já receberam a primeira dose no estado de São Paulo, o que corresponde a cerca de 36% do total da população de 5 a 11 anos.

CoronaVac

Durante entrevista coletiva realizada hoje (2), Doria informou que o Instituto Butantan pode fornecer até 10 milhões de doses da CoronaVac para o Ministério da Saúde, de forma imediata.

“O Instituto Butantan tem disponibilidade de fornecimento imediato de 10 milhões de doses da vacina CoronaVac, aprovada pela Anvisa, para as crianças de outros estados brasileiros”, disse Doria.

Na tarde de ontem (1º), segundo o governo paulista, o Instituto Butantan encaminhou ofício ao Ministério da Saúde com a proposta de fornecimento de 10 milhões de doses do imunizante pediátrico.

O documento foi enviado em resposta a consulta da própria pasta federal. Segundo o governador, o Butantan pode oferecer ainda outras 20 milhões de doses adicionais desse imunizante, no prazo de 20 a 25 dias, caso o Ministério solicite doses extras.

LEIA TAMBÉM  Brasil lança nova campanha de incentivo à vacinação

Edição: Denise Griesinger

Fonte: EBC Saúde

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS