GOIÂNIA

RJ: Petrobras inicia testes com gás natural em polo em Itaboraí

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin


O presidente Jair Bolsonaro participou na manhã desta segunda-feira (31) da cerimônia que marcou o início da fase final de testes operacionais do Polo GasLub, em Itaboraí, no estado do Rio de Janeiro. Bolsonaro estava acompanhado do presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, do governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, e do prefeito da cidade, Marcelo Delaroli.

O presidente da Petrobras, Joaquim Silva e Luna, ressaltou a importância do trabalho desenvolvido pelo governo federal que permitiu recuperar o complexo petroquímico. “Mais que um conjunto de instalações e de unidades de processamento, estamos tratando de um projeto multipropósito de grande valor estratégico para o Brasil, que contribuirá para uma maior segurança energética nacional”, destacou Silva e Luna em discurso no evento.

Quando estiver em pleno funcionamento, o Polo Gaslub vai processar diariamente 21 milhões de metros cúbicos (m³) de gás do pré-sal da Bacia de Santos, o que representa 20% do consumo nacional.

A entrada de gás natural no polo ocorre por meio do gasoduto Guapimirim-Comperj I (Gaserj) e viabiliza o início das operações dos sistemas de utilidades, principalmente da Unidade de Geração e Distribuição de Vapor. Segundo a Petrobras, esses sistemas vão garantir o fornecimento das instalações e equipamentos necessários para a entrada em operação da Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN) prevista para 2022. 

LEIA TAMBÉM  Nova presidente da Caixa assume cargo na terça-feira

O Gaslub vai reduzir a importação do gás natural e vai gerar mais segurança energética para o país. O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, disse que nos últimos anos a Petrobras conseguiu aumentar a produção de petróleo e gás. “Se hoje o mundo vive uma crise entre oferta e demanda, nós, presidente, aumentamos as exportações de petróleo do país por conta do aumento de produção em  286%. Isso em dois anos de pandemia”. Ainda conforme o ministro, o pólo aumentará a capacidade de escoamento de gás do pré-sal brasileiro.

O diretor executivo de Relacionamento Institucional e Sustentabilidade da Petrobrás, Rafael Chaves Santos, disse que os investimentos na estatal estão sendo retomados. “Essa corrupção toda do passado afugentou os investimentos do país.” Segundo ele, o Brasil teve em 2021 o primeiro investimento relevante no refino brasileiro.

Edição: Bruna Saniele

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS