GOIÂNIA

ATA DE ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA REALIZADA EM 01.11.2021

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

 

SANTA PAULA MEDICINA LABORATORIAL S.A  CNPJ n° 00.063.263/0001-40  

NIRE n° 53300021287  

ATA DE ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA  

REALIZADA EM 01.11.2021  

DATA, HORA E LOCAL: Aos 01 dias do mês de novembro de 2021, às 15h00min, no SIA QD 5-C, AREA  ESPECIAL 09, CJ 02, LJ 02, 1º ANDAR, SALOES 101 E 102, ZONA INDUSTRIAL GUARÁ, Brasília-DF,  CEP: 71.200-055. Presença: Reuniram-se (i) SANTA PAULA MEDICINA LABORATORIAL S.A,  inscrita no CNPJ n° 00.063.263/0001-40, com sede no SIA Qd 5-C, Area Especial 09, Cj 02, Lj 02, 1º  Andar, Salões 101 E 102, Zona Industrial Guara, Brasília-DF, CEP: 71.200-055, com seu Contrato  Social arquivado no Cartório do 2º Oficio de Registro de Pessoas Jurídicas sob nº 479, Livro A-4, Folha  480, por despacho em 09.08.1968, registrado sob o nº 53300021287 em 05/06/2020, sob o NIRE n°  53300021287, representada neste ato na forma de seu Estatuto Social; (ii) G2V HOLDING EIRELI,  com sede na Quadra SIA Quadra 5-C SN Área Especial 09 Conjunto 2 Loja 2 Parte A Andar 1 Salões  101 E 102, Zona Industrial (Guará), Brasília – DF, CEP: 71.200-055, inscrita no CNPJ sob o no  36.115.674/0001-89, com contrato social arquivado na Junta Comercial do Distrito Federal sob o  NIRE 53600418948 por despacho em 23.01.2020, representada neste ato na forma de seu ato  constitutivo; (iii) GUIVA HOLDING LTDA, com sede na Q CLN 102 BLOCO B, n 50, COMPLEMENTO  SALA 114 PARTE E8, CEP: 70.722-520, registrada na Junta Comercial do Distrito Federal sob o NIRE  53202319311 de 28.05.2020 e inscrita no CNPJ nº 37.259.332/0001-03; (iv) Vanessa Sandin  Guimarães, brasileira, casada sob o regime da comunhão parcial de bens, enfermeira, natural de  Fernandópolis – SP, nascida em 10/04/1982, filha de Ricardo Sandin Junior e Meiri Cazarín da Silva  Sandin, portadora da Carteira de identidade no 3.251.682, expedida pela SSP-DF em 23/03/2011 e  do CPF nº 225.207.718-28, residente e domiciliada no SHVP Chácara 22, Lote 18-B, Residencial  Alvorada, Brasília – DF, CEP 72.005-230; (v) Guilherme Carvalho Guimarães, brasileiro, casado sob  o regime da comunhão parcial de bens, empresário, natural de Arinos/MG, nascido em 22.12.1983,  filho de José Carlos Guimarães e Aurora Pires de Carvalho, portador da Carteira Nacional de  Habilitação no 02970457894 expedida pelo DETRAN-DF em 10.05.2016 e inscrito no CPF/MF sob  no 049.476.556-90, residente e domiciliado no SHVP Chácara 22, Lote 18-B, Residencial Alvorada,  Guará, Brasília – DF, CEP 72.005-230; e (vi) AFIP – ASSOCIAÇÃO FUNDO DE INCENTIVO À  PESQUISA, pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos, inscrita no CNPJ/MF sob o nº  47.673.793/0001-73, com sede à rua Napoleão de Barros, 925, Vila Clementino, São Paulo/SP,  devidamente representada na forma de seu Estatuto Social. Mesa: Presidente – Guilherme Carvalho  Guimarães e Secretário – Vanessa Sandin Guimarães. DOCUMENTOS LIDOS NA ASSEMBLEIA E  AUTENTICADOS: Boletim de Subscrição (Anexo I) e Estatuto Social Companhia (Anexo II).  DELIBERAÇÕES TOMADAS PELA UNANIMIDADE DOS SUBSCRITORES PRESENTES À  ASSEMBLÉIA: 1. Aprovar a proposta de aumento de capital da Companhia, encaminhada pelo Conselho  de Administração, passando o capital social da Companhia de R$ 50.000,00 (cinquenta mil reais) para R$  102.041,00 (cento e dois mil e quarenta e um reais) mediante a emissão de 52.041 (cinquenta e duas  mil e quarenta e uma) novas ações ordinárias, nominativas e sem valor nominal, ao preço de emissão  de R$ 1,00 (um real) ), preço este fixado de acordo com o valor de patrimônio líquido de cada uma das  ações da Companhia, em 30 de outubro de 2021, nos termos do art. 170, § 1º, item II, da Lei nº 6.404/76  (conforme alterada). 2. O aumento de capital deliberado, e consequente subscrição dessas ações, foram,  no ato, subscritas pelo acionista subscritor AFIP – ASSOCIAÇÃO FUNDO DE INCENTIVO À PESQUISA  (devidamente qualificada no Boletim de Subscrição – Anexo I) por meio do exercício do direito de  preferência cedido em seu benefício nos termos do §6º do art. 171 da Lei nº 6.404/76 (conforme alterada)  pelos acionistas GUIVA HOLDING LTDA. e G2V HOLDING EIRELI, conforme documentos apartados  enviados por estas pessoas à Companhia. O acionista subscritor AFIP – ASSOCIAÇÃO FUNDO DE  INCENTIVO À PESQUISA integraliza as ações subscritas no ato mediante o aporte de R$ 7.300.000,00 (sete  milhões e trezentos mil reais), conforme descrito no Boletim de Subscrição – Anexo I, dos quais R$  52.041,00 serão atribuídos ao capital social e R$ 7.247.959,00 (sete milhões, duzentos e quarenta e sete  mil, novecentos e cinquenta e nove reais) pagos a título de ágio na subscrição das ações. 3. Tendo em vista  a deliberação do item 2 acima, aprovar a alteração do caput do Artigo 7º do Estatuto Social da Companhia,  que passará a vigorar com a seguinte nova redação: “Artigo 7º – O capital social, totalmente subscrito e  integralizado, é de R$ 102.041,00 (cento e dois mil e quarenta e um reais), dividido em 102.041 (cento e  duas mil e quarenta e uma) ações ordinárias, todas nominativas e sem valor nominal” 4. Registrar que,  decorrente da entrada da nova acionista ASSOCIAÇÃO FUNDO DE INCENTIVO À PESQUISA e saída da  acionista GUIVA HOLDING LTDA, cuja transferência de ações encontra-se devidamente registrada no  Livro de Transferência de Ações da Companhia, que o capital social da companhia, no valor de R$

Página 1 de 7  

SANTA PAULA MEDICINA LABORATORIAL S.A  CNPJ n° 00.063.263/0001-40  

NIRE n° 53300021287  

102.041,00 (cento e dois mil e quarenta e um reais), dividido em 102.041 (cento e dois mil e quarenta  e uma) ações ordinárias nominativas e sem valor nominal, encontra-se dividido da seguinte forma  entre os acionistas da seguinte forma:

Acionista Ações R$ – Capital Social Participação  G2V HOLDING EIRELI 50.000 50.000,00 49% ASSOCIAÇÃO FUNDO DE INCENTIVO À PESQUISA  52.041 52.041,00 51%  

Total

102.041

102.041,00

100%

1.Aprovar a consolidação do Estatuto Social da Companhia, que passa a vigorar conforme o Anexo II a  esta ata. 2. Aprovar que os atos societários da Companhia sejam publicados em jornal de grande  circulação. 3. Autorizar a publicação da presente ata sob a forma de sumário, nos termos do parágrafo  1º, do Artigo 130, da lei das S.A. Encerramento e Lavratura da Ata: Nada mais havendo a ser  tratado, foi oferecida a palavra a quem dela quisesse fazer uso e, como ninguém se manifestou, foram  encerrados os trabalhos pelo tempo necessário à lavratura da presente ata, a qual, após reaberta a  sessão, foi lida, aprovada por todos os presentes e assinada. A presente é cópia fiel da ata da  Assembleia Geral Extraordinária da Companhia, realizada em 01.11.2021, lavrada no livro próprio  e assinada pela totalidade de acionistas da Companhia. Certidão confere com a original lavrada em  livro próprio.  

Brasília/DF, 01 de novembro de 2021.  

GUILHERME CARVALHO GUIMARÃES  

Presidente  

VANESSA SANDIN GUIMARÃES  

Secretário  

G2V HOLDING EIRELI  

Acionista  

ASSOCIAÇÃO FUNDO DE INCENTIVO À PESQUISA  

Acionista  

GUIVA HOLDING LTDA

Anuente  

Visto do advogado:

Página 2 de 7  

SANTA PAULA MEDICINA LABORATORIAL S.A  CNPJ n° 00.063.263/0001-40  

NIRE n° 53300021287  

ESTATUTO  

CAPÍTULO I  

DA DENOMINAÇÃO, SEDE, FORO, PRAZO DE DURAÇÃO, OBJETO e FILIAIS.  

Artigo 1º – SANTA PAULA MEDICINA LABORATORIAL S.A (“Companhia”) é uma sociedade por ações, de  capital fechado, regida pelo disposto neste Estatuto Social, na Lei nº 6.404/76, bem como nas disposições legais  e regulamentares que lhe forem aplicáveis.  

Artigo 2º – A Sociedade adotará o nome fantasia “SANTA PAULA LABORATÓRIO”.  

Artigo 3º – A Companhia tem sede e foro na Cidade de Brasília, Distrito federal, à SIA Qd 5-C, Área Especial  09, Cj 02, Lj 02, 1º Andar, Salões 101 E 102, Zona Industrial Guara, Brasília-DF, CEP: 71.200-055, podendo  abrir, manter e fechar agências, filiais, sucursais, escritórios, depósitos e outras dependências em todo o  território nacional e no exterior, a critério dos acionistas que compõe o Capital Social da Companhia.  

Parágrafo Único: A sociedade pode a qualquer tempo, abrir ou fechar filiais ou outras dependências, mediante  Alteração Contratual assinada por todos os sócios: Filial nº 01 – Estabelecida na: SDN Conjunto A Loja 3056,  Conjunto Nacional, Asa Norte, Brasília/DF, CEP. 70.077-900, inscrita no CNPJ sob no 00.063.263/0002-20, Nire:  5390038234-5, com atividade de: Posto de coleta de materiais para exames de análises clínicas e de laboratórios  clínicos e serviços de vacinação e imunização humana; Filial nº 02 – Estabelecida na: SHL/SUL Quadra 716,  Conjunto L, Bloco 02, Lojas B 607/B 608, Edifício Centro Clinico Sul, Torre I, 1o Subsolo, Brasília/DF, CEP:  70.390-700, inscrita no CNPJ sob no 00.063.263/0003-01, Nire: 5390038233-7 com atividade de: Posto de  coleta de materiais para exames de análises clínicas; Filial nº 03 – Estabelecida na: QNN 20, Conjunto O, Lote 45,  Ceilândia Sul, Brasília/DF, CEP: 72.220-215, inscrita no CNPJ no 00.063.263/0004-92, Nire: 5390038227-2 com  atividade de: Posto de coleta de materiais para exame de análises clínicas; Filial nº 04 – (Paralisada) Estabelecida  na: Avenida Pau Brasil, Lote 11, Loja 33 Parte “A”, Águas Claras, Brasília/DF, CEP: 71.926-000, inscrita no CNPJ  sob no 00.063.263/0005-73, Nire: 5390038235-3, com atividade de: Posto de coleta de materiais para exames  de análises clínicas; Filial nº 05 – (Paralisada) Estabelecida na: Quadra 5-C, AE 09, Conjunto 2, Loja 02, 1o Andar,  Salões, 101 e 102 Parte “A”, Zona Industrial Guará, CEP: 71.200-055, inscrita no CNPJ sob no 00.063.263/0006- 54, Nire: 5390038230-2, com atividade de: Escritório Administrativo; Filial nº 06 – Estabelecia na: QS 3 Lotes  3/5/7 e 9 Loja 25, Edifício Pátio Capital, Taguatinga, Brasília/DF, CEP: 71.953-000, inscrita no CNPJ no  00.063.263/0007-35, Nire: 5390038229-9, com atividade de: Posto de coleta de materiais para exame de  análises clínicas e de laboratórios clínicos e serviços de vacinação e imunização humana; Filial nº 07 –  Estabelecida na: QNA 29, Lote 05, Taguatinga Norte, Brasília/DF, CEP: 72.110-290 inscrita no CNPJ no  00.063.263/0009-05, Nire: 5390038231-1, com atividade de: Posto de coleta de materiais para exames de  análises clínicas; Filial nº 08 – (Paralisada) Estabelecida na: Quadra 08, CL 29, Loja 04, Sobradinho, Brasília/DF,  CEP: 73.006-075, inscrita no CNPJ no 00.063.263/0010-30, Nire: 5390038228-1, com atividade de: Posto de  coleta de materiais para exame de análises clínicas; Filial nº 09 – (Paralisada) Estabelecida na: Quadra 02, Bloco  G, Setor Comercial Central, Sobreloja Parte “A”, Planaltina, Brasília/DF, CEP: 73.310-317, CNPJ no  00.063.263/0012-00, Nire: 5390038232-9, com atividade de: Posto de coleta de materiais para exame de  análises clínicas; Filial nº 10 – Estabelecida na: Quadra 02, Conjunto A Loja 02, Lote 28, Setor Sul do Gama,  Brasília/DF, CEP: 72.415-101, CNPJ no 00.063.263/0014-64, Nire: 5390038434-8 com atividade de: Posto de  coleta de materiais para exame de análises clínicas e de laboratórios clínicos e serviços de vacinação e  imunização humana; Filial nº 11 – (Paralisada) Estabelecida na: Quadra QI 33, Bloco A Sala 114, Edifício Pedro  Teixeira, Guará II, Brasília/DF, CEP: 71.365-330, CNPJ no 00.063.263/0016-26 Nire: 5390038436-4, com

Página 3 de 7  

SANTA PAULA MEDICINA LABORATORIAL S.A  CNPJ n° 00.063.263/0001-40  

NIRE n° 53300021287  

atividade de: Posto de coleta de materiais para exame de análises clínicas; Filial nº 12 – Estabelecia na: QS 3 Lotes  3/5/7 e 9 Loja 19, Edifício Pátio Capital, Taguatinga, Brasília/DF, CEP: 71.953-000, CNPJ no 00.063.263/0015- 45, Nire: 53900384356 com atividade de: Posto de coleta de materiais para exame de análises clínicas; Filial nº  13 – Estabelecida na: Avenida Goiás Quadras 49, 50, 51 e 52 no 12 Loja 01, Setor Tradicional, Planaltina,  Brasília/DF, CEP: 73.330-077, CNPJ no 00.063.263/0017-07, Nire: 5390039682-6, com atividade de: Posto de  coleta de materiais para exame de análises clínicas.  

Artigo 4º – A companhia tem por objetivo social a atividade de: Laboratórios clínicos e serviços combinados de  escritório e apoio administrativo.  

Artigo 5º – Os atos reservados à competência de profissões legalmente regulamentadas serão exclusivamente  praticados pelos acionistas que preencham tal condição ou mediante a contratação de terceiros, detentores de  inscrição nos respectivos órgãos fiscalizadores.  

Artigo 6º – A companhia iniciou suas atividades em 09.08.1968 e seu prazo de duração é indeterminado.  

CAPÍTULO II  

DO CAPITAL SOCIAL E AÇÕES  

Artigo 7º – O capital social, totalmente subscrito e integralizado, é de R$ 102.041,00 (cento e dois mil e quarenta  e um reais), dividido em 102.041 (cento e duas mil e quarenta e uma) ações ordinárias, todas nominativas e sem  valor nominal.

Parágrafo Primeiro: Cada ação ordinária dá direito a 01 (um) voto nas deliberações da Assembleia Geral, não  reconhecendo a Companhia, para tal fim, fração de ação.  

Parágrafo Segundo: Aos acionistas é assegurado o direito de preferência, na proporção das respectivas  participações, à subscrição de ações e de valores mobiliários conversíveis em ações ou que confiram o direito à  subscrição de ações, regendo-se o exercício deste direito pela legislação em vigor.  

CAPÍTULO III  

DA ASSEMBLEIA GERAL  

Artigo 8º – As Assembleias Gerais são ordinárias e extraordinárias. As Assembleias Gerais Ordinárias reunir se-ão, ordinariamente, dentro dos 4 (quatro) meses subsequentes ao término do exercício social, para fins  previstos em lei, e as Assembleias Gerais Extraordinárias, sempre que os interesses sociais assim o exigirem,  observados os preceitos legais relativos à convocação e instalação.  

Parágrafo Primeiro: A Assembleia Geral será convocada pelos Diretores, sendo os anúncios de convocação  feitos através de cartas encaminhadas a cada acionista através de correspondência com aviso de recebimento,  dela constando a ordem do dia, o local, a data e o horário da reunião e, no caso de reforma de Estatuto, a indicação  das matérias.  

Parágrafo Segundo: Na ausência ou impedimento dos Diretores, a Assembleia Geral será convocada e presidida  por qualquer outro acionista escolhido pela maioria de votos dos presentes.  

Parágrafo Terceiro: A Assembleia Geral também pode ser convocada nos casos previstos no parágrafo único,  do artigo 123 da Lei nº 6.404/76.  

Parágrafo Quarto: As deliberações da Assembleia Geral, observadas as disposições deste Estatuto Social e  ressalvadas as exceções previstas em lei, serão tomadas por maioria de votos.  

Parágrafo Quinto: A Assembleia Geral é instalada pelos Diretores da Companhia, devendo os acionistas  presentes escolherem o Presidente e o Secretário de Mesa.  

Parágrafo Sexto: As seguintes matérias requerem aprovação de acionistas representando, no mínimo, 75%  (setenta e cinco por cento) das ações ordinárias emitidas pela Companhia:

Página 4 de 7  

SANTA PAULA MEDICINA LABORATORIAL S.A  CNPJ n° 00.063.263/0001-40  

NIRE n° 53300021287  

i. Qualquer alteração do estatuto social da Companhia;  

ii. Operações de fusão, cisão e incorporação de ações, ou qualquer outra forma de reorganização  societária, envolvendo a Companhia;  

iii. Participação da Companhia em outras sociedades ou em novos projetos, na qualidade de sócia,  acionista, parceira em joint venture ou membro de consórcios;  

iv. Pedido de falência ou de recuperação judicial e extrajudicial;  

v. Aumento ou redução do capital social;  

vi. Dissolução da Companhia ou cessação do estado de liquidação;  

vii. Aprovação de plano de negócios da Companhia, bem como de planos de investimento da Companhia e  quaisquer atualizações que impliquem novos recursos acima de R$ 100.000,00 (cem mil reais);  viii. Definição e aprovação de política de distribuição de resultados da Companhia;  ix. Aprovação da avaliação de bens a serem utilizados na formação do capital social da Companhia,  observadas as determinações legais;  

x. Fixação do montante global anual da remuneração dos Diretores da Companhia;  Parágrafo Sétimo: Os acionistas poderão ser representados nas Assembleias gerais por mandatários nomeados  na forma do § 1º do artigo 126, da Lei nº 6.404/76, devendo os respectivos instrumentos de mandato serem  depositados, na sede social da Companhia, com 03 (três) dias de antecedência da data marcada para a realização  da Assembleia Geral.  

CAPÍTULO IV  

DA ADMINISTRAÇÃO  

Artigo 9º – A sociedade será administrada por uma Diretoria, eleita para um período de 04 (quatro) anos,  podendo ser reeleita.  

Artigo 10º – O conselho de administração, por ora não será composto, podendo vir a ser instalado a qualquer  tempo e eleitos seus membros pela Assembleia Geral, com atribuições previstas em lei.  Artigo 11º – A diretoria será composta de 02 (dois) membros, acionistas ou não, residentes no País, dispensados  de caução, designados Diretor Presidente e Diretor.  

Artigo 12º – Compete aos Diretores:  

i. Aprovar as normas gerais de operação, administração e controle de Companhia, exceto aquelas cuja  atribuição está reservada à competência da Assembleia;  

ii. Aprovar a organização interna da Companhia e respectiva distribuição de competência;  iii. Propor aos demais acionistas planos de negócio e programas de investimentos, bem como os  orçamentos anuais e plurianuais de capital e operacional da Companhia;  

iv. Autorizar a abertura e o encerramento de filiais e escritórios em qualquer parte do território nacional;  v. Elaborar, em cada exercício, o Relatório da Administração e as demonstrações Financeiras;  vi. Propor à Assembleia Geral a distribuição dos resultados;  

vii. A administração financeira da Companhia;  

viii. Prospectar, analisar e negociar oportunidades de investimento e desinvestimentos para a companhia.  Artigo 13º – Os documentos que criem obrigações para a Companhia ou desonerem terceiros de obrigações para  com a Companhia, sob pena de não produzirem efeitos contra a mesma, deverão ser assinados pelo  administrador ou pelos diretores, em conjunto ou individualmente, nomeado no Acordo de Acionistas pelos  acionistas.  

Parágrafo Único: As procurações outorgadas pela Companhia deverão ser assinadas pelos Diretores, em  conjunto ou individualmente, com especificação expressa dos poderes concedidos e terão prazo de validade não

Página 5 de 7  

SANTA PAULA MEDICINA LABORATORIAL S.A  CNPJ n° 00.063.263/0001-40  

NIRE n° 53300021287  

superior a 01 (um) ano, com exceção daquelas outorgadas a advogados para representação da Companhia em  processos judiciais ou administrativos, que poderão ter prazo de validade indeterminado.  Artigo 14º – É vedado aos Diretores e aos procuradores da Companhia obrigar a mesma em negócios estranhos  ao objeto social, bem como praticar atos de liberalidade em nome da Companhia ou conceder avais, fianças e ou  garantias de qualquer espécie que não sejam necessárias à consecução do objeto social, sendo nulas de pleno  direito se vierem a ser prestadas fora do escopo dos objetivos da Companhia.  

CAPÍTULO V  

DO CONSELHO FISCAL  

Artigo 15º – A Companhia poderá instituir um Conselho Fiscal composto por, no mínimo, 3 (três) e, no máximo,  5 (cinco) membros efetivos e igual número de suplentes, acionistas ou não, residentes no País, eleitos para  mandato de 1 (um) ano e destituíveis pela Assembleia Geral.  

Parágrafo Primeiro: O órgão, Conselho Fiscal, somente funcionará nos exercícios sociais em que for instalado  por decisão da Assembleia Geral, nos termos da legislação em vigor.  

Parágrafo Segundo: Cada período de funcionamento terminará quando da realização da primeira Assembleia  Geral Ordinária, subsequente a da instalação do Conselho Fiscal ou por disposição diversa que a extingue, antes  do prazo previsto, em assembleia geral designada para este fim.  

Artigo 16º – A Assembleia Geral que decidir pela instalação e funcionamento do Conselho Fiscal elegerá os seus  membros e fixar-lhes-á remuneração.  

Artigo 17º – O Conselho Fiscal, quando instalado, terá as atribuições e os poderes que lhe confere a lei.  

CAPÍTULO VI  

DO EXERCICIO SOCIAL E DISTRIBUIÇÃO DE LUCROS  

Artigo 18º – O exercício social terá início em 1º de janeiro e terminará no dia 31 de dezembro de cada ano.  Artigo 19º – A Companhia elaborará, no encerramento do exercício, as demonstrações financeiras exigidas em  Lei, e os lucros líquidos apurados tem a destinação que é determinada pela Assembleia Geral, ouvido o Conselho  Fiscal, se em funcionamento, observando-se quanto à distribuição do resultado apurado, as seguintes regras:  

i. Do resultado do exercício devem ser deduzidos, antes de qualquer participação, os prejuízos  acumulados e a provisão para o Imposto de Renda e Contribuição Social Sobre o Lucro;  ii. Do lucro líquido do exercício devem destinar-se:  

iii. 5% (cinco por cento) para constituição de reserva legal, a qual não excederá o importe de 20% (vinte  por cento) do capital social;  

iv. 25% (vinte e cinco por cento) será atribuído ao pagamento do dividendo mínimo obrigatório; e  v. O saldo ficará à disposição da Assembleia que deliberará com base em proposta da administração.  Artigo 20º – O dividendo deve ser pago, salvo deliberação em contrário da Assembleia Geral, semestralmente,  no patamar mínimo obrigatório de 25% (vinte e cinco por cento).  

Artigo 21º – Não é obrigatório o pagamento de dividendo nos exercícios em que a Diretoria informar à  Assembleia Geral ser seu pagamento incompatível com a situação financeira da Companhia.  Artigo 22º – A Companhia poderá levantar balanços semestrais, ou em períodos menores, e, mediante  deliberação da Assembleia Geral, declarar dividendos à conta de lucros apurado nesses balanços.  Parágrafo Único: A Assembleia Geral poderá declarar dividendos intermediários à conta de lucros acumulados  ou das reservas de lucros registradas no último balanço anual.

Página 6 de 7  

SANTA PAULA MEDICINA LABORATORIAL S.A  CNPJ n° 00.063.263/0001-40  

NIRE n° 53300021287  

CAPÍTULO VII  

DA TRANSFORMAÇÃO, DISSOLUÇÃO, LIQUIDAÇÃO E EXTINÇÃO.  

Artigo 23º – A Companhia poderá passar para outro tipo societário, independentemente de dissolução ou  liquidação, mediante deliberação em Assembleia Geral de 2/3 (dois terços) dos votos dos acionistas.  Artigo 24º – A Companhia entrará em dissolução ou liquidação nos casos previstos em lei, ou em virtude de  deliberação da assembleia geral, e se extinguirá pelo encerramento da liquidação.  

Artigo 25º – Compete à Assembleia Geral estabelecer a forma de liquidação e nomear o liquidante e o Conselho  Fiscal que deverão funcionar no período de liquidação.

CAPÍTULO VIII  

DO FORO  

Artigo 26º – Qualquer litígio resultante ou relacionado a este Estatuto Social será exclusiva e definitivamente  resolvido por meio do poder judiciário para os fins específicos de obter ou executarem medidas cautelares ou  decisões. O foro competente será o Foro de Brasília, Distrito Federal.  

Brasília – DF, 01 de novembro de 2021.  

Guilherme Carvalho Guimarães  

Presidente e Diretor  

Vanessa Sandin Guimarães  

Diretora  

Visto do Advogado:  

Vinicius Mascarenhas Guerra Curvina  

Advogado – OAB DF 35.645  

TESTEMUNHAS: 

  

MARIANA C. MASCARENHAS LUSTOSA 

CPF: 056.297.711-24  

CHRISTIAN Y. MING CHOW 

CPF: 366.265.868.23

Página 7 de 7  

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS