GOIÂNIA

Rio de Janeiro vacina hoje crianças de 10 anos contra a covid-19

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
© Tomaz Silva/Agência Brasil


O município do Rio de Janeiro retomou hoje (26) o cronograma de vacinação das crianças contra a covid-19, com meninos e meninas de 10 anos ou mais. A retomada foi possível com a chegada de 100 mil doses do imunizante CoronaVac na segunda-feira (24).

O uso da CoronaVac, fabricada no Brasil pelo Instituto Butantan, foi aprovado na semana passada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a aplicação em crianças a partir dos 6 anos de idade. A fórmula e a dosagem pediátricas são as mesmas utilizadas em adultos.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, tanto a CoronaVac quanto a vacina da Pfizer, que já estava sendo aplicada nas crianças desde o dia 17 com dosagem e formulação específicas para o público infantil, são seguras e eficazes contra o agravamento da covid-19.

“A gente viu uma adesão muito baixa nessa primeira semana, mas também tinha poucas vacinas, teve algumas fake news, de supostos efeitos adversos que não se confirmaram. São duas vacinas muito seguras, a vacina da Pfizer já foi utilizada em mais de 14 milhões de crianças no mundo, a CoronaVac também foi utilizada em larga escala em vários países, no Chile principalmente. Então são vacinas seguras e eficazes e a gente precisa dessa adesão, que os pais tragam as crianças”.

LEIA TAMBÉM  Rio de Janeiro confirma quinto caso de varíola dos macacos

Hoje, podem ser vacinadas meninas e meninos de 10 anos. Amanhã (27), será a vez das crianças de 9 anos e na sexta-feira (28) e no sábado (29) podem ser levadas aos postos o público com 8 anos ou mais.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) as doses disponíveis são suficientes para cobrir o cronograma desta semana, mas são esperadas novas remessas até sexta-feira para dar continuidade à aplicação das demais faixas etárias a partir de segunda-feira (31)

Na próxima semana, volta o esquema de um dia para meninas, outro para meninos e o terceiro para a repescagem, em idade decrescente, terminando o cronograma no dia 9 de fevereiro com a repescagem para crianças a partir dos 5 anos de idade.

A Secretaria de Saúde informa ainda que, a depender da disponibilidade de doses, o calendário poderá ser adiantado.

Crianças de 5 a 11 anos com deficiência ou comorbidades podem ser levada aos postos em qualquer dia, independentemente do calendário por idade.

Edição: Denise Griesinger

Fonte: EBC Saúde

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS