GOIÂNIA

Secretaria de Defesa do Consumidor de Aparecida apresenta variações de preços em restaurantes

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

A Secretaria de Defesa do Consumidor de Aparecida de Goiânia constatou que os valores cobrados por restaurantes do município pelas refeições servidas na hora do almoço, durante a semana, são menores do que os restaurantes da Capital. Os dados mostram que as variações são de 40,03% entre os restaurantes com os maiores preços e de 38,89% nos restaurantes que praticam a cobrança de menores preços.

Segundo o secretário de Defesa do Consumidor, Deivison Costa, o objetivo da pasta não é somente de fiscalizar e autuar, mas também de dar assistência aos cidadãos e aos consumidores. “A pesquisa tem a finalidade de orientar a população para terem uma relação de consumo justa e equilibrada. Isso oferece ao consumidor aparecidense alternativas de consumo mais econômicas e vantajosas frente a crise que estamos enfrentando devido a pandemia”, pontuou o secretário.

Secretário Municipal de Defesa do Consumidor, Deivison Costa.

A pesquisa foi realizada entre os dias 18 e 24 de fevereiro deste ano, em 11 estabelecimentos de Aparecida e 13 de Goiânia. Foram feitos levantamentos de dados diretamente nos restaurantes de cada cidade por meio presencial e via consulta na internet. A análise foi feita com base no preço por quilo da refeição servida durante a semana, em horário de almoço.

“Em Goiânia, os restaurantes com pratos mais sofisticados chegam a cobrar R$70 o quilo, enquanto esses tipos de restaurante em Aparecida cobram no máximo R$49,99 o quilo. Já na modalidade de restaurante popular, o quilo na capital chega em até R$25 e na cidade metropolitana, R$18”, explicou o secretário.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS