GOIÂNIA

Alex quer construir um novo hospital municipal em Cidade Ocidental

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

O prefeitável pelo MDB de Cidade Ocidental Alex Batista pretende transformar a saúde de sua cidade levando a um patamar de melhor atendimento na área da saúde da região do Entorno Sul.

Para Batista, a saúde de Ocidental ficou parada no tempo por quatro anos. “O que nós vimos na gestão do atual prefeito foi um descaso com a saúde, hospital caindo aos pedaços, posto sem médico, sem remédio para nossa comunidade. O nosso povo sofreu”, comentou.

No entanto, o político diz estar em contato com o deputado federal Célio Silveira (PSDB). “Ele pretende construir três hospitais em Goiás e um pode ser em Cidade Ocidental”, enfatiza Alex. Conforme explica, o hospital local data de 1997, quando a população da cidade era de 20 mil habitantes. “Atualmente passa dos 100 mil”.

“Vamos reformar e ampliar a estrutura das Unidades Básicas de Saúde (postos de saúde) já existentes que atualmente encontra-se em mau estado de conservação e com serviços deficitários, ampliando o atendimento para períodos noturnos e também finais de semana”, afirma.

Propostas para área da Saúde:

→ Estruturar a Farmácia Pública Municipal para distribuição gratuita de medicamentos para doenças como pressão alta, diabetes, colesterol e outros;

→ Promover de campanhas itinerantes, em todos os bairros e zona rural, voltadas a exames oftalmológicos, diabéticos, ginecológicos e urológicos;

→ Criar o PADI (Programa de Atendimento Domiciliar ao Idoso);

→ Implantar uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no bairro Jardim ABC para atendimento da população daquele distrito e da Zona Rural;

→ Criar uma Central de Ambulância visando facilitar o deslocamento para remoção dos enfermos, bem como adquirir veículos equipados para situações emergências, que abrigará, também, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) que atenderá toda a população ocidentalense;

→ Promover melhorias da estrutura física, dos equipamentos e dos serviços prestados pelo Hospital Municipal de Cidade Ocidental (HMCO), garantindo atendimento preventivo de saúde a toda população que precisa com estrutura básica para realização de exames de imagem (Raio-X e ressonância magnética), cirurgias e Unidade de Terapia Intensiva (UTI);

→ Construir o Hospital Materno Infantil de Cidade Ocidental (HMI) dedicado para cuidar da saúde das mulheres e crianças de todo município, por meio das especialidades ginecológicas e pediátricas, em unidade apartada do HMCO.

→ Implantar o Laboratório Central Municipal (LabCen) para realização de exames laboratoriais;

→ Implantar a Rede Municipal de Saúde constituído pelos seguintes equipamentos públicos:

– Hospital Municipal de Cidade Ocidental (HMCO) onde serão prestados os serviços hospitalares gerais com especialidades contínuas 7 dias por semana e 24h por dia;

– Hospital Materno Infantil de Cidade Ocidental (HMI) para atendimento apartado das mulheres e crianças em suas necessidades específicas, sobretudo atendimento ginecológico, pediátrico e realização de partos;

– Unidades Básicas de Saúde com atendimento de excelência para os atendimentos de baixa complexidade, que diminuirá a demanda nos hospitais municipais;

– Unidade de Pronto Atendimento (UPA) através da rede de atenção às urgências, que concentrará os atendimentos de complexidade intermediária;

– Central de Ambulâncias integrado ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) para socorrer os atendimentos de urgência;

– Laboratório Central Municipal (LabCen) para realização das atividades de apoio e exames de análises clínicas em apoio à Rede Municipal de Saúde.

→ Instituir Programa de capacitação continua para profissionais atuantes na saúde visando à prevenção de doenças sexualmente transmissíveis e cânceres comuns;

→ Realizar Cursos intensivos para capacitação na atuação dos agentes de saúde e agentes de endemias.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS