GOIÂNIA

Segurança Pública é responsabilidade do estado, mas Prefeitura não se omitirá, diz Diego Sorgatto

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

Candidato a prefeito de Luziânia elenca propostas para o setor e reafirma intenção de formalizar parcerias com governo estadual

Ainda que, segundo a Constituição Brasileira, a Segurança Pública seja de responsabilidade dos governos estaduais e não dos municípios, o deputado estadual Diego Sorgatto (DEM), candidato a prefeito de Luziânia, afirma que enfrentará este problema com o mesmo rigor e determinação da época em que conseguiu, junto ao governo de Goiás, a instalação de um Batalhão de Rotam na cidade – o primeiro fora da Capital. Ele estava em seu primeiro mandato (2015 – 2018) na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (ALEGO).

“Isso ajudou demais a reduzir a criminalidade, mas precisamos fazer mais. E se este é um problema de Luziânia, então este vai ser um problema nosso”, reforça Diego. Ele diz que vai atuar fortemente na busca por parcerias com o governo estadual, e que paralelamente vai executar ações importantes, como armar a Guarda Municipal e ampliar seu efetivo, realizando novos concursos públicos.

A aquisição de viaturas modernas, de equipamentos e de mais armamentos também integra a lista de propostas de Diego para a Segurança Pública. “São iniciativas que foram implantadas em cidades como Rio Verde e Aparecida e que deram muito certo”, exemplifica. A criação da Central de Inteligência e Monitoramento, segundo ele, é outra proposta que merece amplo destaque.

Esta Central será imprescindível para subsidiar a prefeitura em relação a bairros ou regiões em que estiverem ocorrendo um número maior de crimes. Com base nas informações acerca destas manchas criminais, Diego diz que será possível adotar medidas como o reforço do policiamento, entre outras. É neste ponto que ele reforça a importância da parceria com o governo estadual, já que Diego também trabalhará pelo aumento do efetivo de policiais militares e policiais civis em Luziânia.

Investimentos em Segurança Pública ainda englobam ações de infraestrutura, explica Diego. Por isso, segundo ele, caso eleito prefeito, outras duas propostas merecem atenção: o aumento do serviço de reparos e manutenção na iluminação pública, além da instalação de novos postes; e a limpeza constante de lotes baldios, que podem servir de esconderijo para os criminosos.

Proposta de Diego para a Segurança Pública de Luziânia:
1. Implantação de videomonitoramento, iluminação inteligente, sensores e antenas, propiciando segurança e criando um sistema de cidade inteligente;
2. Estruturação e capacitação da guarda civil para melhor atender o interesse do município e de toda população.

 

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin

RELACIONADAS